5 passos para criar a sua rede de contactos
Ligue já 910 932 815

5 passos para criar a sua rede de contactos

A Importância do Networking

networking

Crie a sua rede de contactos. Irá ajudá-lo a ter mais oportunidades. Faça o seu marketing pessoal e atinja os seus objetivos!

Artigo de opinião, Bianca Lima Santos

 

A rede de contactos, ou networking, é o estabelecimento de relacionamentos pessoais e profissionais, no qual as pessoas partilham informações, objetivos, experiências, recursos e, quando é sólida e bem construída, pode ser um grande aliado da sua gestão de carreira.

Para quem está em processo de procura ativa de trabalho é relevante saber que 70% das vagas de emprego não são publicadas, essas vagas são preenchidas através de uma rede de contactos profissionais e pessoais, ou até por candidaturas espontâneas.

Então como fazer para criar a sua rede de contactos?

1 - Crie uma lista com todos os seus contactos

É importante que nessa lista estejam os contactos telefónicos e de e-mail. Adicione a essa lista as pessoas do seu meio pessoal e profissional, tanto as que conhece, como as que gostaria de conhecer. É interessante reativar antigos contactos, é muito comum as pessoas irem perdendo o contacto com antigos colegas de curso, por exemplo, no entanto nesta fase é interessante que esses contactos sejam reativados, pois podem ser úteis na procura de novas oportunidades de trabalho. As redes sociais também são eficientes, nestes casos o linkedin é uma boa ferramenta para quem quer criar a network.

2 - Tenha os seus objetivos bem definidos

É muito importante conhecer-se. O autoconhecimento é a solução para muitas dúvidas. Reflita sobre os seus objetivos a curto e a longo prazo, quais as competências que tem e as que quer desenvolver. Identifique quais são as competências para as funções que ambiciona. Pense em que empresa gostaria de trabalhar, quem são as pessoas que estão a trabalhar lá e quais são as hard skills que elas possuem. Estas reflexões também são muito importantes para planear a sua carreira.

3 - Crie o seu cartão de visita

O cartão de visita é uma ferramenta de conhecimento. O cartão deve ter uma imagem positiva pois, em alguns casos, é o primeiro contacto que a outra pessoa pode ter consigo. No cartão deve ter as seguintes informações: nome, contacto telefónico, e-mail, formação académica, contacto do Linkedin, se tiver um logótipo também é interessante colocar e caso tenha um gabinete/escritório é importante que tenha a morada. Recentemente, os profissionais têm colocado a sua mensagem de posicionamento no verso do cartão, há também quem use uma frase/mensagem inspiracional, o que não tem mal, desde que ela diga algo positivo sobre si.   

4 - Tenha a sua mensagem de posicionamento preparada

Imagine que está no aeroporto à espera de um voo e vê uma pessoa que admira profissionalmente, sabe que seria interessante tê-la na sua rede de contactos, mas não sabe o que dizer, ou simplesmente arrisca e quando fala não diz nada que lhe seja útil. Nesse dia pode perder uma grande oportunidade de conhecer aquela pessoa ou não causar boa impressão. Por isso, a mensagem de posicionamento deve ser curta, construída com palavras-chave, que deem credibilidade ao que comunica e de fácil compreensão para quem ouve. O objetivo da mensagem é fazer com que a outra pessoa o conheça, despertando o interesse da outra parte, deve conter o que faz e a quem se destina, como faz e qual o seu diferencial.

5 - Seja organizado

Faça um registo organizado de todas as pessoas que contactou e as que ainda quer contactar. Faça uma lista, com o excel por exemplo, contendo informações como: nome da pessoa, a empresa onde trabalha, e/ou setor, o contacto, se a abordou, quando aconteceu o encontro, em que contexto o encontro aconteceu (por exemplo, pode ter sido numa summit, ou num café) e o feedback recebido. No seu feedback pode conter notas sobre informações que conseguiu recolher e que julga pertinentes. Se a pessoa lhe entregou um cartão de visita faça alguma notas para que seja mais fácil lembrar de quem se trata e associar o cartão à pessoa. No caso de haver um futuro contacto, esses dados podem ajudar.

 

Christine Comaford-Lynch diz uma frase que, por mais incrível que pareça, consegue resumir e explicar de forma simples, mas profunda, o que é o networking, "Networking é marketing. Marketing de si mesmo, da sua singularidade, e do que representa".

 

Não perca tempo, crie a sua rede de contactos e ative-a! Converse com as pessoas, comunique de forma clara os seus objetivos. Conheça pessoas, vá a eventos da sua área académica (não esqueça de levar os cartões de visita!) aumente a sua rede de contactos. Seja positivo, empático e grato pelas pessoas lhe oferecerem apoio e manifestarem o interesse em fazer parte da sua rede.

 

Ebook Gestão de Carreira

 
 

Se quer dar um novo rumo à sua empresa ou carreira fale connosco hoje mesmo!

Formulário de contacto